• Ser pai é...


    Na vida, uma família é constituída por duas camadas: a primeira com o poder máximo da hierarquia, que são o pai e a mãe, e a segunda, o(s) filho(s). Todas são sustentadas e têm como fundamento a primeira, onde o pai e a mãe sempre estão em constante busca de união e fortalecimento da corrente familiar.
    Mas afinal o que é ser PAI em sucintas palavras?
    Ser pai é estar em constante aprendizado junto com o(s) filho(s); é saber dizer um "não" a fim de fazer o bem e o certo; é ajudar o(s) filho(s) quando é ou não solicitado; é corrigir os atos errados de seus companheiros de vida; é corrigir também seus próprios erros, mostrando reconhecê-los; é perder muitas vezes o sono preocupado com a família; é agradecer ao Senhor frequentemente pela grande bênção concedida: a família; é ensinar o(s) filho(s) o caminho correto e a ser seguido; é amar seus melhores amigos, acariciá-los, abraçá-los, perdoá-los; é viver em constante busca de aprimoramento das atitudes, para cada vez mais saber se expressar; é se emocionar a cada conquista do(s) filho(s); é ficar feliz e abrir aquele sorriso repleto de esplendor ao ouvir um "Pai, te amo!"; é se alegrar ao ver os resultados escolares de sucesso de seu(s) filho(s); é viver aventuras, emoções, momentos diferentes, momentos especiais, adrenalinas junto às pessoas que o amam; é aprender sempre com o(s) filho(s), sendo educando, e ensinar para o(s) mesmo(s), sendo o professor; é dar apoio às decisões corretas do(s) jovem(ns); é estar em constante busca do fortalecimento e da união familiar; é buscar intensamente a progressão espiritual de sucesso do "grupo". Enfim, ser PAI é receber esse título de honra por mérito e dignidade.


    Thiago Lopes Furtado. Publicado em agosto de 2015.
  • 0 comentários:

    Postar um comentário

    Mundo dos Exercícios/Thiago Lopes Furtado. Tecnologia do Blogger.